Como livrar-se das estrias na gravidez

Conheça as causas, a forma de prevenir e o tratamento

804
estrias na gravidez
Want create site? With Free visual composer you can do it easy.

Porque surgem as estrias na gravidez? Há forma de as prevenir? E, principalmente, é possível recuperar a pele? Comecemos pelo princípio: são as fibras elásticas, formadas pelo colagénio e a elastina, que sustentam a nossa pele, impedindo-a de romper. Se está grávida, precisa de cuidados redobrados para prevenir estas marcas mas, ainda assim, é possível que as temidas estrias apareçam.

Endermologia LPG

Uma drenagem linfática eficaz e sem riscos

Marque Já a sua Consulta de Avaliação Gratuita

 

Não se preocupe! Aproveite a gravidez e desfrute do seu bebé porque, na vida, há solução para tudo.

Causas das estrias na gravidez

É impossível prever se uma mulher terá estrias na gravidez mas as estatísticas dizem que entre 70% a 90% das mulheres vão ter lesões na pele depois de uma gestação. O mais certo é que apenas as note no terceiro trimestre – ou seja, a partir da 27ª semana – ou já depois do bebé nascer, contudo, esses sulcos na pele começam a formar-se muito antes.

A pele é o nosso maior órgão, é muito flexível, porém, como em tudo na vida, tem limites. É sua a elasticidade que permite que os tecidos se mantenham em bom estado durante a adolescência, com as constantes alterações de estatura, ou que garante uma pele saudável e bonita apesar dos aumentos e perdas de peso.

Mas se o estiramento for muito rápido, a pele não consegue acompanhar a velocidade da distensão e é quando surgem as lesões nas fibras elásticas. É esta rápida transformação, que acontece principalmente nos últimos meses de gestação, que provoca as estrias na gravidez. Há mulheres que escapam a esta pena mas outras que, se cumprirem alguns dos pontos abaixo, dificilmente conseguem fugir das estrias.

Relacionado: Quais são as causas das estrias?

Estrias na gravidez: fatores de risco

  • Alterações hormonais
  • Bebé de alto peso
  • Excesso de peso na gravidez
  • Herança genética
  • Idade inferior a 30 anos
  • Pele muito clara
  • Preexistência de estrias
  • Primeira gestação

Ainda que estes fatores se apresentem como uma sentença, há várias coisas que pode fazer para prevenir as estrias na gravidez ou, pelo menos, reduzir a quantidade de marcas e a gravidade dos danos.

5 dicas para a prevenção das estrias na gravidez

As estrias na gravidez não surgem apenas na zona abdominal, são, também, muito comuns nas ancas, nos glúteos, no peito, nos braços e na zona lombar. Não há como evitar o ganho de peso durante a gestação, sejam 9 ou 23 quilos, eles vão sempre aparecer, por isso, a única coisa que pode fazer é garantir que tem uma pele resistente. Como já referimos acima, é difícil evitar completamente o aparecimento de estrias na gravidez mas, pelo menos, pode reduzir o impacto destas lesões na sua pele.

1. Controlar o aumento de peso

O seu corpo vai aumentar, não há nada a fazer, mas, se além do crescimento do útero e do bebé, acumular gordura na zona abdominal, será mais difícil controlar o aparecimento de estrias. Em todo o caso, se os quilos continuarem a subir, não tema, vai precisar de todas essas reservas enquanto estiver a amamentar.

2. A hidratação começa por dentro

Sentimos que estamos sempre a repetir a mesma dica mas não há como fugir: a água é essencial à vida. Sem água, todas as funções do organismo ficam prejudicadas, a hidratação da pele é só uma das mais visíveis. Diariamente, beba, pelo menos, 2 litros de água ou chá sem açúcar.

3. Uma alimentação rica

Mais uma repetição: somos o que comemos. Tenha uma alimentação variada e rica em nutrientes. Legumes, fruta, cereais integrais, carnes brancas e peixe são obrigatórios na sua dieta. Para prevenir as estrias, os alimentos com ómega 3, vitamina B e C (cavala, cenouras, laranjas, pimentos, mangas, tomates,  salmão, sardinha, etc.) são os melhores aliados.

4. Exercício físico

Ainda que moderado, durante a gravidez, o exercício físico diário, como pilates ou uma caminha em passo acelerado, é essencial para garantir uma nove meses sem dor, para facilitar a descida e encaixe do bebé, o trabalho de parto e, claro, controlar o aumento de peso, logo, prevenir o aparecimento de estrias.

5. Cremes, loções e óleos

Sozinhos fazem pouco mas se aliados a uma alimentação saudável e equilibrada, à ingestão generosa de líquidos e à prática de exercício físico, os cremes, loções e óleos anti-estrias ajudam a manter a pele hidratada. A ISDIN, a Barral e a Bio-Oil disponibilizam os produtos anti-estrias com muito bons resultados.

Beneficie deste tratamento completo e pode conquistar a beleza de um corpo saudável.
Sinta-se melhor após o 1º tratamento.
Marque Já a sua Consulta de Avaliação Gratuita

Estrias na gravidez: como tratar no pós-parto

Eliminar estrias? A única solução é a medicina estética. Onde? Nas Clínicas BodyScience, reconhecidas por disponibilizaram tratamentos estéticos não invasivos, seguros e eficazes. Com os melhores profissionais do ramo, o know-how de largos anos de experiência, os equipamentos mais avançados e tratamentos únicos e inovadores, contam com milhares de pacientes satisfeitos e sabem, exatamente, como eliminar as estrias resultantes de uma gravidez.

Com a ajuda da Radiofrequência Tripolar Cronus pode recuperar a pele que tinha antes de engravidar. Este tratamento atua, em simultâneo, nas diferentes camadas da pele e é isto que lhe garante uma potência e um grau de eficácia que permite reduzir o número de sessões necessárias. Este método inovador, além de corrigir as cicatrizes causadas pelas estrias na gravidez, promove a tonificação cutânea, combate a flacidez e elimina a gordura e a celulite.

A gravidez é uma experiência transcendente mas pode ser um duro golpe para o seu corpo e a sua autoestima. Tudo passa, até as estrias!

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe o seu Comentário